sexta-feira, 17 de abril de 2015

[series] Breaking Bad (#1)

Título: Breaking Bad (#1)
Criador: Vince Gilligan
Duração: 50 min por ep (10 ep)
Ano: 2008-2013

Ora bem, estava na hora. Não acompanhei isto quando devia, agora já há spin-off a sair e eu mais cedo ou mais tarde tinha de pegar nisto. 

Toda a gente me dizia que ia adorar, que era uma série mesmo à minha medida: hardcore e nerd, bastante de ambas, bem como eu gosto.

E veredicto no ponto onde estou: porque é que eu não vi isto antes?

Não há cá período maricas de iniciação em que nos primeiros episódios vamos apresentar as coisas e portanto são mais sossegados. Não! Nada disso! É para começar uma série, é em grande! 

Quero só deixar aqui a nota de que quando quis começar a ver a série os episódios que tinha disponíveis estavam em francês. Resultado, estava tranquilamente a pensar que ia ver o primeiro episódio de BB e qual não é o meu espanto quando Walter White apenas diz "Merde! Merde!". Eu que não sou fã de francês acho que é das palavras que eles têm que melhor sonoridade tem mas estava a achar muito difícil que o tipo que pensou na série fosse dar-me esse pequeno gostinho logo assim para começar. Enfim, lá percebi que estava em francês e rapidamente resolvi a situação. Não deixa de ser uma prova concreta do meu lado mais totó e das aventuras que de vez em quando me aparecem à frente.

Eu acho que não há ninguém neste mundo que não saiba pelo menos a premissa disto: um professor de química que descobre que tem cancro e resolve começar a fazer e vender metanfetaminas para deixar dinheiro à família. É uma boa premissa mas o que fizeram a partir dela ainda foi melhor. 

Boas personagens com grandes evoluções ao longo dos episódios (e personagens detestáveis que já podiam ter falecido, ou nem sequer apareciam que era melhor - Yes Skyler, I'm looking at you!), e ainda só estou no início, situações ao mesmo tempo hardcore e divertidas que deixam uma pessoa completamente rendida. A dupla Walt e Jesse é simplesmente brutal! São ambos loucos mas acabam por encaixar na perfeição. Muito bom trabalho para estes senhores. 

A série não é grande, são só 5 temporadas (com número crescente de episódios, não é? Porque dinheiro!) e cheira-me que não demoro muito a vê-la. É viciante. Acaba por ser tão engraçada e diferente que pega uma pessoa ao ecrã. Ainda por cima são do tipo sacana que acaba sempre o episódio num cliffhanger qualquer...  

Enfim, há personagens que ainda têm ali mito potencial para fazer bodega, ainda há muita coisa para acontecer e eu estou desejosa de descobrir. Não há-de faltar muito. De certeza... 



2 comentários:

  1. Nem tu sabes da missa a metade... E a Skyler só fica mais irritante, infelizmente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas a série é qualquer coisa! Isto é muito bom!

      Eliminar